“Quem é Vuarnet, nunca vai ser Rayban”

vuarnet
Eu era apenas um guri de 16 anos pela primeira vez que vi esses óculos. Os pais do meu amigo Deco tinham voltado de um passeio na Europa e trouxeram um para ele. Imediatamente caiu na minha preferência. Pedi emprestado e fiquei meses com o “equipamento”. Com meu primeiro salário, um ano depois, comprei um para mim. O salário não conseguiu pagar a conta toda…
Tive muitas boas experiências com ele. Cheguei a pensar que via o mundo diferente! As lentes cristal originais da Vuarnet não têm comparação com qualquer outra, deixam o mundo mais interessante. Parece que eliminam as imperfeições de caráter, as dificuldades, as frustrações. Viciei nesse negócio. Quando estava de saída de Porto Alegre, perdi o primeiro, após um acidente.
Quando cheguei na Bahia, comprei outro. E ele era meu companheiro inseparável de todas as horas, agora só durante o dia…
Uma bela tarde, ao entrar em um ônibus na Rua Padre Feijó, um assaltante tentou me roubar. Ele ficou com os óculos, mas sem uma lente e uma haste. Após uma perseguição implacável, com o apoio de um taxista-policial, recuperei as ruínas e remontei. Não durou muito tempo. Quebrou no bolso de uma bermuda…
Comprei outro, todos sempre foram iguais, pretos, originais. Mais ótimos momentos juntos, viagens, experiências, alegrias, aprendizados.
Em novo acidente, perdi novamente uma paixão verdadeira…
Aí começou um período muito difícil. Os óculos saíram de linha. Não havia um para vender em Salvador, nem em Brasília, nem em São Paulo, Rio de Janeiro ou Porto Alegre. Após esgotar as tentativas no território nacional, tive a oportunidade ir à França. Após diversas visitas à óticas e lojas da própria Vuarnet, a mesma informação: não produzimos e não vendemos mais. O mundo voltou com as imperfeições. Nenhum óculos atendia aos meus desejos. O mundo nunca mais seria o mesmo…
Tentei Rayban, Mormaii, Oakley, marcas famosas. Me contentei com um Rayban.
O mais interessante é que eu não sabia o que faltava para minha felicidade. Ficava esperando saciar essa vontade com outras coisas, estranho.
Porém, tchan, tchan, tchan, tchan! Abriu uma loja da Vuarnet em Salvador!
Cabe destacar que sempre procurei, em todas as lojas da Vuarnet em Shoppings e Aeroportos. Nunca deixei de procurar, mesmo sem saber que me fazia tanta falta…
Pois bem, na ampliação do Salvador Shopping, o melhor de Salvador, sem dúvidas, aparecem os meus óculos, o autêntico Vuarnet com o V no terceiro olho. Consulto o vendedor, mas só tem na cor …. LILÁS! Segundo ele era “tendência”. Quase brigamos…
Uma semana depois, passo pela mesma vitrine, incrédulo e … lá está ele. Me olhando. Esperando pela minha chegada. Surtei de alegria! Paguei o que pediam, sem negociar. Nem acreditava direito que estava novamente com ele. Pensei em usar mesmo à noite. Me controlei, guardei direitinho no carro. Nem levei para casa, deixei lá até de manhã.
No dia seguinte, acordei com outro ânimo, tomei um super café da manhã, me arrumei, transbordei sorrisos, desci o elevador super-simpático, entre o carro, saquei os óculos do estojo, e voltei a ver o mundo daquele modo que o guri de 16 anos.
Meus amigos e sócios estranharam a minha felicidade e gaiatice. Me tornei outra pessoa, mais generosa, mais corajosa, mais compreensiva, mais competente, mais animado, mais legal.
Não venha me dizer que é apenas um desejo material! É o meu jeito de ver o mundo, o que escolhi, o que me adaptei melhor. Estou feliz apenas por isso!
Fiz questão de compartilhar com você.
Nunca me adaptaria com o Rayban, que já passei adiante e custou quase a mesma coisa.
O que pode fazer você mais feliz?
Quanto custa isso?
Está disponível para comprar?
Você está procurando de verdade?
O que você está esperando, vá lá!

EU USO ÓCULOS!

Anúncios

23 Respostas para ““Quem é Vuarnet, nunca vai ser Rayban”

  1. Alê
    ADOREI esse post.
    Me acabei de rir com uma frase: QUASE BRIGAMOS. hahahaha muito bom.

    É o que eu digo: O que determina o preço é o tamanho do desejo.

    Bjks

  2. Um óculos bom realmente faz a diferença. Eu estou viciada nas lentes polarizadoras. Todas as cores ficam mais nítidas. Você devia experimentar! 🙂

  3. Independente dos óculos, você é um excelente contador de histórias!
    Parabéns!

    Zaíra

  4. Alexandre, adorei!!! Este sentimento também me fez trazer a marca para a Bahia. Espero continuar a despertar esta emoção em outras pessoas, e agora não só com os óculos, mas com uma linha de variados produtos. Grande abraço…

    • Valeu, Valdeck!
      Legal ficar em contato com você.
      Parabéns pelo empreendimento.
      Realmente, a oferta de produtos está muito bacana.
      Também comprei uma camisa que tem o óculos na frente.

  5. Escreve bem este guri !

  6. alê,
    belo texto. fico contente com o final feliz e de ver a sua paixão pelos óculos vuarnet. parabéns para o valdeck por acreditar na marca vuarnet. se voce tivesse passado pelo arraial d´ajuda (porto seguro) nos últimos cinco anos, quem sabe, a gente já podia ter atendido voce.

  7. Olá, Ale!

    Somos da empresa Texto&Cia que faz assessoria de comunicação da Vuarnet em Salvador e gostaríamos do seu contato para basearmos uma pauta na sua experiência, é possivel? Aguardo retorno.
    Abçs.

    • Lara,
      estou indo na loja em Salvador hoje, espero encontar meu Vuarnet.
      Esta história realmente ficou muito legal, também procudo pela marca mas não acho, a de Niteroi-RJ fechou.
      Chego às 12H e irei direto na loja do Shoping.

  8. Alê,

    Não se esqueça do dia em que, após um dia de cachaça no passeio de escuna e vc ter esquecido o óculos no barco, vc voltou nadando no meio daquele mar imundo de óleo para buscar o seu “Vuarnet”.
    Parabéns!!! Aliás, vc nunca me enganou com esse seu jeito passional (sentimental)….ehehehehe
    Ab.

  9. ai gaucho….final feliz entre voce e o VUARNET!
    KKKKKK,,,,,,,DEMAIS

  10. cara eu tava procurando na net um óculos legal que me interessasse e não que fosse “da moda”, e por acaso, meu pai tem um vuarnet (que eu uso haha) num estilo mais antigo, e então curioso, fui procurar sobre modelos atuais e acabei vendo a foto deste no google me apaixonei pelo modelo *.* e cai no teu blog 😀 muito bom o texto, bem escrito e divertido… e agora preciso ter um desses!
    se tiver um site que tu possas me dizer que tenha esse modelo me manda por email por favor ;D
    p.walin@hotmail.com
    ou se tiver outra informação qualquer ^^
    abraço véio o/
    ps: eu ri na parte “quase brigamos” xD

  11. Achei esta do Vuarnet ótima, também sou fá de “infancia”, estou indo a Salvador hoje, e irei especialmente na Loja do Shoping Salvador ver se acho meu óculos.
    Valeu a dica, espero achar.
    E valeu mais ainda a história.

  12. Cara, só uso Vuarnet e procurando alguns modelos para comprar na net cai no seu blog e gostei da frase “Quem é Vuarnet, nunca vai ser Rayban”. Pena que está difícil achar lojas….

  13. Cara, eu tinha um Vuarnet havia 17 anos. Sempre foi o meu sonho, era um modelo único, com lentes SKILINX, e acabei de perdê-lo nas férias. Estou de luto, por enquanto, procurando feito um louco um que me satisfaça e estou constatando consternado que aquele modelo não existe mais. Aqui no Rio existem 2 lojas da Vuarnet, e, pelo jeito, eu conheço mais da marca do que os vendedores. Mas tenho fé que ainda vou encontrar. Me identifiquei muito com a sua história. Só ainda não consegui digerir ter que trocar de modelo.

  14. Muito me identifico com sua história. Ainda tenho o meu velho Vuarnet, que inclusive está meio quebrado, com as pernas coladas e por isso foi aposentado. Infelizmente substituído por um Giorgio Amani, dps um Oakey e agora um Ray Ban. Mas o que me identifica com a sua história é, realmente, o olhar dos 16 anos. Impressiona mesmo porque há duas semanas encontrei em Ilha Bela uma loja que vende os novos Vuarnet. Incrível a sensação que a lente proporciona. Realmente uma outra visão do mundo. Explicável só para quem já teve ou terá. Achei o preço meio salgado e por isso pesquisando na net encontrei este seu post que só me empolga mais a adquirir um novo. Modelo diferente, certamente, mas as lentes, a visão, sempre a mesma, inigualável. Abs.

  15. Juliano Catanduva

    Parabens pela historia, realmente MASSA, ainda mais para quem sabe o que é um VUARNET!!!!!!!!

    Estou em busca do meu, onde posso encontrar, poderia me dar umas dicas de lojas, ou pessoas confiaveis???

    Abs

  16. carla defilippi

    sou do rio de janeiro mas nao acho de jeito algum vc pode me ajudar? pois tenho um problema na visao com relacao asol e preciso demais , ja tive varios mas perdi ou me roubaram . obrigada
    atenciosamente
    carla

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s