Arquivo da tag: óculos

“Quem é Vuarnet, nunca vai ser Rayban”

vuarnet
Eu era apenas um guri de 16 anos pela primeira vez que vi esses óculos. Os pais do meu amigo Deco tinham voltado de um passeio na Europa e trouxeram um para ele. Imediatamente caiu na minha preferência. Pedi emprestado e fiquei meses com o “equipamento”. Com meu primeiro salário, um ano depois, comprei um para mim. O salário não conseguiu pagar a conta toda…
Tive muitas boas experiências com ele. Cheguei a pensar que via o mundo diferente! As lentes cristal originais da Vuarnet não têm comparação com qualquer outra, deixam o mundo mais interessante. Parece que eliminam as imperfeições de caráter, as dificuldades, as frustrações. Viciei nesse negócio. Quando estava de saída de Porto Alegre, perdi o primeiro, após um acidente.
Quando cheguei na Bahia, comprei outro. E ele era meu companheiro inseparável de todas as horas, agora só durante o dia…
Uma bela tarde, ao entrar em um ônibus na Rua Padre Feijó, um assaltante tentou me roubar. Ele ficou com os óculos, mas sem uma lente e uma haste. Após uma perseguição implacável, com o apoio de um taxista-policial, recuperei as ruínas e remontei. Não durou muito tempo. Quebrou no bolso de uma bermuda…
Comprei outro, todos sempre foram iguais, pretos, originais. Mais ótimos momentos juntos, viagens, experiências, alegrias, aprendizados.
Em novo acidente, perdi novamente uma paixão verdadeira…
Aí começou um período muito difícil. Os óculos saíram de linha. Não havia um para vender em Salvador, nem em Brasília, nem em São Paulo, Rio de Janeiro ou Porto Alegre. Após esgotar as tentativas no território nacional, tive a oportunidade ir à França. Após diversas visitas à óticas e lojas da própria Vuarnet, a mesma informação: não produzimos e não vendemos mais. O mundo voltou com as imperfeições. Nenhum óculos atendia aos meus desejos. O mundo nunca mais seria o mesmo…
Tentei Rayban, Mormaii, Oakley, marcas famosas. Me contentei com um Rayban.
O mais interessante é que eu não sabia o que faltava para minha felicidade. Ficava esperando saciar essa vontade com outras coisas, estranho.
Porém, tchan, tchan, tchan, tchan! Abriu uma loja da Vuarnet em Salvador!
Cabe destacar que sempre procurei, em todas as lojas da Vuarnet em Shoppings e Aeroportos. Nunca deixei de procurar, mesmo sem saber que me fazia tanta falta…
Pois bem, na ampliação do Salvador Shopping, o melhor de Salvador, sem dúvidas, aparecem os meus óculos, o autêntico Vuarnet com o V no terceiro olho. Consulto o vendedor, mas só tem na cor …. LILÁS! Segundo ele era “tendência”. Quase brigamos…
Uma semana depois, passo pela mesma vitrine, incrédulo e … lá está ele. Me olhando. Esperando pela minha chegada. Surtei de alegria! Paguei o que pediam, sem negociar. Nem acreditava direito que estava novamente com ele. Pensei em usar mesmo à noite. Me controlei, guardei direitinho no carro. Nem levei para casa, deixei lá até de manhã.
No dia seguinte, acordei com outro ânimo, tomei um super café da manhã, me arrumei, transbordei sorrisos, desci o elevador super-simpático, entre o carro, saquei os óculos do estojo, e voltei a ver o mundo daquele modo que o guri de 16 anos.
Meus amigos e sócios estranharam a minha felicidade e gaiatice. Me tornei outra pessoa, mais generosa, mais corajosa, mais compreensiva, mais competente, mais animado, mais legal.
Não venha me dizer que é apenas um desejo material! É o meu jeito de ver o mundo, o que escolhi, o que me adaptei melhor. Estou feliz apenas por isso!
Fiz questão de compartilhar com você.
Nunca me adaptaria com o Rayban, que já passei adiante e custou quase a mesma coisa.
O que pode fazer você mais feliz?
Quanto custa isso?
Está disponível para comprar?
Você está procurando de verdade?
O que você está esperando, vá lá!

EU USO ÓCULOS!